Vítima de canibal continua em estado grave.

0
13

A polícia de Miami identificou imagens de Rudy Eugene o homem que cometeu um crime de canibalismo no sábado ao comer quase todo o rosto do morador de rua Ronald Poppo, de 65 anos, e que permanece em estado grave em um hospital Jackson Memorial.

Um novo vídeo de uma câmera de segurança divulgado nesta quarta-feira (30) pelo jornal Miami Herald mostra detalhes do terrível ataque de um homem que comeu o rosto de um sem-teto em Miami, no último sábado. O ataque ocorreu próximo ao prédio do jornal (clique para ver o novo vídeo).

Down: A side view shows the naked attacker shortly after he was shot dead by police
Caught: Surveillance footage shows the two naked men after the attacker was shot by police
Down: Surveillance footage shows the two naked men lying on the walkway next to a major Miami highway, and since the left body never moves, he is the victim whose face was being chewed by the right man
Still alive: The attacker moves and sits up even though he had already been shot, and police continue to shoot him until he finally dies on the scene
Hero: A police spokesman called the officer who repeatedly shot the attacker 'a hero'
Growing concern: Police cars gather as the situation progresses
Tragedy: The naked man was shot dead by police near The Miami Herald newspaper's parking garage after he wouldn't stop eating the victim
Issues: The victim was in hospital as traffic was clogged for hours as people used the route to get to the annual Urban Beach Week festival (pictured)

Eugene, de 31 anos, foi reconhecido como o homem nu que devorou 75% do rosto de outro homem aparentemente moribundo no sábado na ponte da autopista MacArthur, – uma conhecida via que une Miami Beach ao centro da cidade, na qual transitam muitos veículos e ciclistas que se dirigem às praias -, revelou o jornal The Miami Herald e uma fonte policial à AFP. A região sob a ponte costuma servir de abrigo para sem-teto e viciados em drogas.

Quanto à vítima, “esperamos que melhore, por seu bem-estar, e para que nos conte o que aconteceu”, disse ao jornal o sargento Javier Ortiz, vice-presidente do sindicato da polícia de Miami.

Eugene, que supostamente estava sob efeitos de drogas – uma combinação de LSD e cocaína -, comeu praticamente todo o rosto de sua vítima, incluindo olhos e nariz, segundo as informações que citam fontes da investigação em Miami. Médicos do hospital Jackson Memorial disseram que notaram o acontecimento de mais incidentes relacionados a droga, conhecida como “novo LSD”.

“O indivíduo estava desfigurando o outro com a boca, e gritei para que parasse, mas ele continuou”, disse a testemunha que denunciou o fato à polícia, Larry Vega, em entrevista ao Canal 7, da rede Fox News. “Foi uma das coisas mais horrendas que eu já vi”, completou.

Vega passeava com sua bicicleta por uma ciclovia na autopista quando viu a cena e avisou a polícia.

Amigo e ex-colegas de colégio do agressor foram contatados pela imprensa local nas últimas horas e expressaram sua surpresa pelo crime ao lembrar de Eugene como um bom amigo, tranquilo, de “lindo sorriso”, e ao assegurar que não sabiam se ele sofria de problemas mentais ou era viciado em drogas.

“Não era um monstro zumbi devorador de rostos”, disse Victoria Forte, ex-colega do agressor no colégio secundário North Miami Beach High.