Tribunal de Justiça cassa dois ex-prefeitos de Senhora dos Remédios.

0
18

Captura de Tela 2013-04-17 às 18.04.39

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em decisão tomada na tarde desta terça-feira (16), manteve sentença de primeira instância que havia cassado os direitos políticos de dois ex-prefeitos da cidade de Senhora dos Remédios, Dirceu Passos e Sônia Milagres, ambos do PMDB. Eles foram julgados na comarca de Barbacena por improbidade administrativa e impetraram recurso no Tribunal. Enquanto se aguardava o julgamento da apelação, Dirceu Passos foi novamente candidato a prefeito nas eleições do ano passado, ficando em segundo lugar na disputa, com 46,52% dos votos. O eleito foi Denilson Resende, do PR, com 50,72% dos votos válidos. O município tem 7.471 eleitores e pouco mais de 10 habitantes.

Dirceu Passos e Sônia Milagres formam uma dupla afinada na política de Senhora dos Remédios desde que se uniram nas eleições de 2004, ele candidato a prefeito pelo PT e ela vice-prefeita pelo PMDB. Conseguiram o feito histórico de derrotar o grupo político que até então nunca havia deixado o poder na cidade. Nas eleições seguintes, a chapa se inverteu, com Sônia Milagres candidata a prefeita e Dirceu Passos vice-prefeito. A receita deu certo e obtiveram nova vitória nas urnas.

O processo por improbidade administrativa está relacionado a atos praticados na gestão municipal de 2009 a 2012. Ainda cabe recurso, mas, a prevalecer a decisão, os dois ex-prefeitos ficam fora da disputa política por oito anos, mesmo período em que governaram a cidade.