Prefeito Toninho Andrada processa vereador Kikito: “querem calar a minha boca”.

0
14

kikito

O prefeito Antônio Carlos Andrada (PSDB) entrou com processo na justiça contra o vereador do PT Carlos Roberto Batista, o Kikito (foto), pedindo indenização de R$ 30 mil por danos morais. A informação foi divulgada no início da noite desta quarta-feira, 26, pelo próprio vereador, em sua página no Facebook. De acordo com o vereador, a ação judicial teria sido impetrada em razão de pronunciamento feito por ele na tribuna da Câmara, criticando o repasse de recursos do município para instituições vinculadas à família do prefeito, mediante convênios. No seu discurso, Kikito teria classificado como “um crime” a destinação de dinheiro público para a Unipac e a Funjob.

O convênio firmado com a Unipac prevê o repasse de recursos da ordem de R$ 45.000,00 por mês para o funcionamento do programa Escola Legal no campus da Universidade, em Campolide. Com a Funjob, fundação mantenedora da Faculdade de Medicina, foi firmado um convênio para a municipalização do hospital-escola do bairro Vilela. A Prefeitura recebeu o prédio e os equipamentos a um custo de R$ 25.000,00 por mês.

A Constituição Federal garante imunidade aos vereadores por suas opiniões manifestadas no exercício do mandato. “Sinto que tem um clima de golpe no ar; querem calar minha boca, querem me amedrontar e me ocupar com processos”, afirma o vereador.

Fonte: www.barbacenamais.com.br