Barbacena tem notificação de Tuberculose. Veja os sintomas.

0
25

tuberculose

 

 

A tuberculose, uma das doenças que praticamente havia sido erradicada do Paí, voltou a ser diagnosticada. De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde do Município, Elisabeth Grecco, há registros da doença em Barbacena.

A tuberculose, transmitida pelo bacilo de Koch, é a doença infecto-contagiosa que mais mortes ocasiona no Brasil. O bacilo de Koch é transmitido nas gotículas eliminadas pela respiração, por espirros e pela tosse. Para que a primoinfecção ocorra, é necessário que ele chegue aos alvéolos. Se não alcançar os pulmões, nada acontece. A partir dos alvéolos, porém, pode invadir a corrente linfática e alcançar os gânglios (linfonodos), órgãos de defesa do organismo.

A primoinfecção ocorre quando a pessoa entra em contato com o bacilo pela primeira vez e a proximidade com pessoas infectadas, assim como os ambientes fechados e pouco ventilados favorecem o contágio.

Além dos pulmões, a doença pode acometer órgãos como rins, ossos, meninges, etc.

Os sintomas comuns são tosse por mais de duas semanas, produção de catarro, febre, sudorese, cansaço, dor no peito, falta de apetite e emagrecimento são os principais sintomas da tuberculose. Nos casos mais avançados, pode aparecer escarro com sangue. Pessoas com esses sintomas associados ou isoladamente devem procurar um Posto de Saúde o mais rápido possível, pois o tratamento é gratuito e deve ser iniciado imediatamente.

O tratamento é feito com três drogas diferentes: pirazinamida, isoniazida e rifamicina. Durante dois meses, o paciente toma os três medicamentos e, a partir do terceiro mês, toma só isoniazida e rifampicina. É fundamental seguir há risca o tratamento. O que se tentou fazer, e com bons resultados, para facilitar a adesão dos pacientes foi prescrever doses mais altas para serem tomadas apenas dois dias na semana.

 

Fonte:www.barbacenaonline.com.br