Entulho se acumula nos arredores do Parque Olímpico de Londres.

0
6
Foto: BBC

Região do East End, em volta do Parque Olímpico, está tomada por entulho (Foto: BBC)

A região em volta do Parque Olímpico de Londres, a poucas semanas antes dos Jogos Olímpicos, está tomada por entulho.

A BBC percorreu algumas das áreas, inclusive uma das principais rotas de chegada de turistas ao local no leste da capital britânica, e encontrou montes de lixo, colchões velhos, pedaços de carros e edifícios deteriorados, sem vidros nas janelas.

As fotos que mostram o abandono da área foram feitas a menos de dois quilômetros de distância do Parque Olímpico.

Os prédios e entulho estão na região da A12, estrada que é a rota principal para o Parque Olímpico a partir do túnel de Blackwall. Isto significa que os turistas que chegarem do sul de Londres terão esta vista momentos antes de alcançar o Parque Olímpico.

“Sempre esperamos que eles (os organizadores dos Jogos Olímpicos) fossem resolver isto. Mas as Olimpíadas estão quase aí, e olhe isto”, disse Amanda Trough, de 25 anos, que mora no conjunto habitacional Devons Estate.

“Não acho que isto será resolvido. Quando as Olimpíadas acabarem, eles vão nos esquecer”, acrescentou a moradora da região.

Regeneração

Em 2005, a campanha realizada por Londres para que os Jogos Olímpicos de 2012 fossem para a capital britânica tinha como a principal meta a regeneração da região do East End, onde fica o Parque Olímpico.

“A regeneração da área em volta do Parque Olímpico já está acontecendo. Os jogos vão garantir que a regeneração vai criar uma comunidade na qual o esporte é uma parte integral da vida cotidiana”, disse o então prefeito de Londres, Ken Livingstone, aos examinadores em Cingapura.

A apresentação de Livingstone terminava com a afirmação de que os Jogos iriam transformar o leste de Londres em um “modelo para a vida no século 21”.

No entanto, em 2012, a poucas semanas dos jogos e a menos de um quilômetro do Parque Olímpico, o que se pode ver é um pub abandonado, com tábuas cobrindo suas janelas e pichações.

Foto: BBC

Administração do bairro afirma que área deteriorada é propriedade particular (Foto: BBC)

As paredes de um caminho próximo ao canal do rio Lee, de onde se pode ver o parque, também estão cobertas de pichações.

“O local identificado nas imagens (feitas pela BBC) está em Tower Hamlets, mas é propriedade privada”, informou à BBC a administração local da região de Tower Hamlets, responsável pela área.

“O conselho local está trabalhando para tentar garantir o desenvolvimento da área como parte de um novo centro distrital, mas, por várias razões, a oportunidade de desenvolvimento ainda não foi aproveitada.”

A administração local afirma ainda que está “trabalhando duro para aproveitar as oportunidades que os Jogos trazem e conseguir benefícios duradouros para os moradores e empresas” da região.

Rio poluído

O rio Lee, onde os caminhos em volta do canal estão cobertos de pichações, é um local onde a reportagem da BBC encontrou muita atividade, com funcionários reparando o cais onde os barcos poderão ser amarrados.

Entre o estádio e a arena de treinamento dos times de basquete, o rio está tomado pelo esgoto e plantas aquáticas, o que causa mau cheiro e leva a água do rio a ficar parada, com lixo boiando.

Foto: BBC

Moradores temem ser esquecidos depois de jogos (Foto: BBC)

Uma porta-voz da companhia de água britânica, a British Water, disse que o rio Lee está em uma “situação especial”.

Segundo a porta-voz, as “chuvas muito pesadas” levaram a empresa de esgotos em Edmonton, a Deephams Sewage Treatment Works, a liberar o esgoto no rio Lee.

“Isto é permitido pela Agência Ambiental durante condições de tempestades muito pesadas, para evitar que o esgoto transborde dentro de residências”, afirmou a porta-voz.

Ela ainda informou que a empresa contratada pela British Water limpa o lixo, plantas aquáticas e entulhos de rios dentro e em volta do Parque Olímpico cinco dias por semana. E, em julho, esta operação ocorrerá sete dias por semana.

Investimentos

O governo britânico, por sua vez, afirma que 75% de cada libra gasta com os Jogos Olímpicos estava sendo investida na regeneração da área.

Um porta-voz do governo afirmou que 6,5 bilhões de libras (mais de R$ 20 bilhões) foram investidas no sistema de transporte público, o que transforma o leste de Londres em “uma das áreas mais conectadas da capital”.

Foto: BBC

Tábuas que cobrem pub abandonado foram cobertas por pichações (Foto: BBC)

O porta-voz disse que a regeneração da área vai continuar depois dos jogos.

Graham Hales, especialista em branding da Interbrand London, disse que as imagens do entulho e abandono são “decepcionantes” e “não mostram Londres em seu melhor aspecto”.

Mas, segundo Hales, devido ao tamanho do desafio, é importante ser realista sobre o que pode ser alcançado com os jogos.

E espera que todo o resto que a capital britânica tem a oferecer signifique que a “marca” Londres não sofra danos devido aos sinais de abandono do East End.

BBC