AQUELES QUE DEFENDEM O CABIDE DE EMPREGO NA PREFEITURA DE ALTO RIO DOCE SÃO CEGOS POLÍTICOS OU BOSSAIS.

0
28

Uma onda de hipocrisia tomou conta do Facebook nos últimos dias acerca das diversas “demissões” ocorridas na Prefeitura de Alto Rio Doce. Muitos xingaram, falaram o que quiseram e apontaram culpados, provaram mais uma vez que a internet aceita tudo.

É de se esclarecer, primeiramente, que o prefeito Dr. Wilson é réu em várias ações judiciais, muitas delas questionam a forma e o tempo que várias contratações precárias de pessoal ocorreram, havendo inclusive dezenas de sentenças judiciais reconhecendo a ilegalidade e a imoralidade dos contratos impugnados, condenando Dr. Wilson a devolver dinheiro aos cofres da Prefeitura devido aos prejuízos que causou.

São ações judiciais com sentenças e ordens liminares proferidas pelo Poder Judiciário que devem ser acatadas.

Estes fatos são indiscutíveis, mas muitos ignorantes políticos esqueceram de dizer nas redes sociais que as demissões ocorreram por força de ORDEM JUDICIAL que determinou as suspensões de contratos ILEGAIS e IMORAIS firmados pela atual gestão municipal – DR. WILSON – com pessoas contratadas de forma DESMOTIVADA, DIRETA e CONTÍNUA desde 2013 para cargos públicos sem processo seletivo ou concurso público.

Todas as decisões judiciais estão expostas de forma pública e de fácil acesso no site do TJMG, bastando mera leitura para se afirmar que os contratos precários são ILEGAIS, totalmente contrários a Constituição Federal e as Leis municipais, e que há prejuízos aos cofres públicos com as manutenções dos contratos. Basta ler, mas isto não fazem.

As pessoas que eu vi reclamando das demissões são aquelas que foram demitidas ou que algum parente (irmão, tio, tia, sobrinho, sobrinha, prima e etc.) foi demitido, ou que tem vínculo notoriamente político com atual gestão de governo municipal. Estes estão certos em defender onde estão “mamando”, e os chamo de CEGOS POLÍTICOS.

Aquelas outras pessoas que embarcaram na versão fantasiosa e crítica destes cegos, eu os defino simplesmente de BOSSAIS, pois não conseguem perceber o óbvio! Cargos Públicos devem ser ocupados por pessoas capacitadas, aprovadas previamente em concurso público, e não pela filha do Diretor de Tributos, pelos três sobrinhos da Chefe de Gabinete, pela irmã e tia do vereador e assim vai…

A bossalidade é tamanha que não percebem que com as demissões a realização de concurso público será obrigatória, abrindo oportunidade para centenas de pessoas para conseguirem o almejado ingresso em cargo público por COMPETÊNCIA e não por vinculo político.

Porque defender um CABIDE DE EMPREGO que beneficia uma minúscula parcela de Alto Rio Doce? Resposta: HIPÓCRITAS (leia-se cegos políticos ou bossais).

Espero que ao terminar de ler esta coluna você não se autodenomine de cego político ou de bossal.

magnolia

MAGNÓLIA DOS SANTOS